Quais são comportamentos psicóticos?

Os comportamentos psicóticos são tipicamente sintomas do estado de espírito perturbado de um indivíduo que perdeu o contato com a realidade. Esses comportamentos incluem discurso desorganizado, agressão e expressões de paranóia e medo não razoáveis. Dependendo das circunstâncias de um indivíduo, os comportamentos psicóticos também podem incluir a recusa de banhar-se, o fracasso em frequentar a escola ou ir para o trabalho, e um declínio geral na capacidade de administrar tarefas básicas de vida. Muitos indivíduos que experimentam psicose também se queixam de alucinações e ouvindo vozes.

Quando uma pessoa diz ser psicópata, ele ou ela geralmente sofre de uma doença mental. Em alguns casos, o uso ou retirada de drogas também pode resultar em comportamentos psicóticos. A psicose é um sintoma de muitas doenças mentais diferentes, incluindo transtorno bipolar e esquizofrenia. Ocasionalmente, indivíduos que sofreram um choque significativo, como a perda de um ente querido, podem demonstrar esses comportamentos por um curto período de tempo.

O discurso desorganizado e a dificuldade com a comunicação são muitas vezes um dos comportamentos psicóticos mais óbvios e um sinal tanto para os profissionais de saúde mental quanto para os entes queridos de que um indivíduo pode sofrer problemas mentais. Enquanto na psicose, um indivíduo pode pular do sujeito para o sujeito na conversa e pode ter dificuldade em entender a si mesmo. À medida que a condição mental de um indivíduo se deteriora, então o discurso dele, e ele ou ela pode eventualmente simplesmente falar em palavras e frases absurdas. Esse fenômeno é freqüentemente chamado de “salada de palavras” por especialistas em saúde mental.

Outra indicação comum de psicose é a incapacidade do indivíduo afetado de cuidar adequadamente de si próprio, mesmo se ele já tenha sido capaz de viver de forma independente. Uma pessoa pode se recusar a cuidar de sua higiene pessoal e pode não expressar interesse em corrigir esse problema, mesmo que amigos e familiares apontem que sua aparência ou odor corporal é ofensivo para os outros. O indivíduo também pode se recusar a realizar tarefas básicas de limpeza, como limpeza, retirar o lixo ou mesmo preparar comida para seu próprio consumo.

Talvez os comportamentos psicóticos mais perturbadores sejam aqueles que decorrem da paranóia e delírios sobre os outros. Um indivíduo que experimenta psicose pode acreditar que cuidadores, membros da família e amigos estão fora para machucá-la e podem tornar-se acusadores ou violentos contra essas pessoas. Ela pode até tentar se prejudicar. Nesses casos, pode ser necessário hospitalizar por força ou medicar o indivíduo até que seus sintomas e comportamentos diminuam.