É seguro tomar olanzapina com álcool?

A maioria dos médicos avisa contra a ingestão de olanzapina com álcool, uma vez que a interação entre as substâncias pode levar a sérios riscos médicos. A olanzapina, juntamente com outras drogas psicoativas, tem potencial para fortalecer os efeitos do álcool no cérebro de um indivíduo, resultando em função anormal. Existe também a possibilidade de interação que afete a saúde cardiovascular do paciente. Embora alguns médicos possam permitir aos pacientes alguma margem de manobra em tomar olanzapina com álcool, é somente após testes rigorosos e em quantidades mínimas. Em geral, é melhor evitar o álcool sob olanzapina para minimizar os riscos para a saúde.

A olanzapina e o álcool têm qualidades depressivas, levando os dois juntos podem ter um efeito cumulativo. Os pacientes que tomam olanzapina com álcool são propensos a episódios de sonolência e confusão severas, que podem aumentar o risco de danos físicos. Alguns especialistas acreditam que uma combinação das duas substâncias pode resultar em comas ou morte quando tomadas em grandes quantidades. A combinação também pode diminuir a pressão arterial de um indivíduo para níveis anormais, causando problemas no sistema circulatório. Um dos efeitos secundários mais raros da olanzina é a função hepática negativa, que pode ser agravada pelo consumo regular de álcool.

Em geral, indivíduos que precisam de olanzapina não devem beber álcool, independentemente de tomar ou não o medicamento. Os usos mais comuns da olanzapina são para o tratamento de esquizofrenia, transtorno bipolar e outros distúrbios psicológicos. O consumo de álcool tem sido conhecido por agravar os sintomas de problemas mentais. De fato, o próprio abuso de álcool é categorizado como uma doença mental.

Os doentes podem, no entanto, tomar olanzapina com álcool se os médicos os eliminarem. Isso geralmente leva um a dois meses de medicação sem álcool para determinar se o medicamento tem ou não efeitos negativos no sistema do paciente. O período de observação varia em duração com base em outras drogas que o paciente pode tomar, uma vez que as interações medicamentosas com olanzapina podem diferir entre os pacientes. Uma vez que o médico apurou um paciente para beber álcool, o paciente pode consumir bebidas alcoólicas em quantidades limitadas.

Apesar de tomar olanzapina com álcool é permitido em alguns casos, a maioria dos especialistas consegue contra ele. Existe a possibilidade de que alguns pacientes possam ir além da quantidade recomendada e colocar-se em risco de danos, pois o álcool tende a encobrir o julgamento de uma pessoa e a diminuir suas inibições. Também é possível que as interações medicamentosas negativas com olanzapina aparecem após uma certa quantidade de consumo de álcool.